Compatibilidade, Amor e Sexo



Todos os dias somos bombardeados por noções alteradas sobre sexo através da mídia em geral, o que torna difícil decifrar o que realmente seria um comportamento sexual apropriado, pois tudo contribui para criarmos expectativas deturpadas da realidade, o que faz com que a maioria se sinta inadequada quando não se encaixa no "padrão" da pornografia e sensualidade vendidas como normais.

Sexualidade vai muito além do ato sexual em si. Casais que mantêm vida sexual saudável aumentam a intimidade, possuem inúmeros benefícios no casamento, vivem mais felizes, aliviam o estresse, depressão e até dor, graças à quantidade de endorfinas e oxitocinas liberadas na conexão física e emocional da dinâmica sexual.

Pesquisas revelam que 55% dos casais casados possuem problemas sexuais que variam entre falta de confiança, tensão, segredos, vergonha, ansiedade, inibição, abstinência sexual, além de rejeição, frustração e outras causas emocionais.

Enquanto a sexualidade no casamento pode ser afetada por diferentes crenças religiosas, personalidade, experiência de vida ou mesmo cultura, há quatro fatores chaves que influenciam na vida dos casais para o estabelecimento de uma vida sexual saudável e devem ser conhecidos:

1. Sexo não é o que se vê na pornografia

O que se vê em pornografia deturpa o sentido, função, definição e realidade do sexo no casamento. Em algumas culturas, mesmo jovens veem pornografia para aprenderem a "fazer" sexo e casais usam-na para "apimentar" o momento, enquanto esquecem que aquilo não é – e não deve ser – modelo de relação saudável. Maridos e esposas sentem-se na obrigação de ter uma performance além de sua natureza e não há conexão emocional, espiritual e íntima para manter uma família.

O melhor a fazer é descobrir o que ambos preferem e o que lhes complementa. Trabalharem juntos para descobrirem o toque, afeição, intimidade, desejo e dedicar-se para a felicidade um do outro.

2. O compromisso com o amor é essencial para manter a chama no casamento

Ambos precisam sentir liberdade para iniciar e sentirem-se desejados e queridos um pelo outro. Ambos têm o direito de dizer sim ou não nestes momentos e precisam ser respeitados por isso. Ambos podem e devem verbalizar o que querem e gostam e o que não gostam abertamente. Nada que macule a intimidade do casal e o estabelecimento de uma família saudável, construindo a felicidade a dois e dos filhos todos os dias deve interromper o progresso do amor.

3. O relacionamento dentro e fora do quarto contribui para o sexo saudável e felicidade marital

Como vocês se tratam no dia a dia, principalmente nos momentos de dificuldade, a afeição recíproca, preocupação diária, a linguagem corporal, o caminhar de mãos dadas, as trocas de olhares carinhosos durante o jantar e outras atividades, o cuidado no falar, o volume da voz, os beijos amorosos. A sexualidade do casal inclui muito mais do que o ato em si, é necessário a intimidade espiritual um com o outro.

4. Os relacionamentos amorosos e familiares saudáveis levam a experiências maritais e sexuais saudáveis

Desvencilhar o ato sexual no casamento da crendice popular e até científica de que o sexo é apenas uma necessidade biológica contribui para que casais consigam trabalhar os problemas juntos e construir seu próprio ninho de amor. Problemas de saúde físicos ou mentais, consequências da idade e outros problemas podem influenciar negativamente a saúde da sexualidade de um casal se ambos não viverem um relacionamento completo.

Casais saudáveis entendem que há decisões, transições, problemas externos e outros que podem influenciar na dinâmica do relacionamento íntimo no casamento, e estarão juntos e conectados mesmo que o desejo seja diminuído. Eles estarão juntos na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, e preparados para vencer as dificuldades e aplicar o aprendizado em prol da maturidade a dois.

O amor é sensível e precisa-se de dedicação e complementaridade. A importância que marido e mulher dão um ao outro nos momentos a sós, e também distantes um do outro na rotina do dia a dia, podem definir o bem-estar da relação, principalmente sua conexão emocional e a saúde de seu casamento, em todos os sentidos.


  • Amazon Author
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
© C. A. AYRES 2000-2020 - All Rights Reserved